Alienum phaedrum torquatos nec eu, vis detraxit periculis ex, nihil expetendis in mei. Mei an pericula euripidis, hinc partem.

Eventos

Lar da Mamãe Clory / Uncategorized  / Bazar dos móveis: como montar sua casa, economizar e ajudar ao próximo?

Bazar dos móveis: como montar sua casa, economizar e ajudar ao próximo?

Garimpo. É assim que os arquitetos, decoradores e fashionistas chamam o ato de vasculhar brechós e bazar de móveis e eletrodomésticos vintage para montar seus lares e escritórios. É demais!

Talvez você seja como eu, uma mulher que passou dos 30 anos e tem muita energia para transformar o mundo! Então, você também deve seguir, nas redes sociais, várias pessoas criativas que vasculham bazar de móveis e eletrodomésticos vintage atrás de uns achados de decoração.

A inspiração já começa pelos locais onde esses profissionais de decoração vão garimpar os objetos: bazares de instituições de caridade. A emanação do bem se inicia aí, vamos combinar. Porque quem compra nas organizações sem fins lucrativos de caráter social já diz a que veio: transformar o mundo a partir daquilo que está ao nosso alcance.

Cuidado com o próximo

Todas as vezes que falamos de instituição beneficente, uma sensação de acolhimento surge no coração. Por isso mesmo que devemos aproveitar essa energia para comprar objetos que já foram usados e estão disponíveis no bazar de móveis. Eles têm uma história, e justamente por isso podem ser diferenciais na decoração de uma casa ou escritório.

Curioso é que ainda há pessoas que ficam receosas em adquirir móveis ou peças usadas, mas que gostam de fazer doações de seus utensílios em bom estado. Logo, se você doou com boa intenção, outras pessoas também o farão.

E assim uma corrente do bem está sendo formada, gerando renda para a instituição onde essa troca se realiza. Imagina quantas pessoas passam a ser beneficiadas com a sua mudança de atitude?

 

O meio ambiente também agradece

Como estamos falando de uma corrente do bem, o benefício se estende. Claro que toda vez que deixamos de descartar qualquer peça – especialmente de plástico, couro sintético ou eletroeletrônico – a natureza agradece.

Afinal, o tempo de decomposição de produtos de base sintética, ou seja, de matriz não orgânica é de centenas de anos ou mais! Quanto menos resíduos gerarmos desses produtos, melhor para o meio ambiente.

Leia também:  Qual a importância de comprar em um bazar de Beneficente?

Imagine que no bazar de móveis podemos encontrar de armários de cozinha ao sofá da sala, de maca de massagem à mesa do escritório. São peças que invariavelmente não têm valor para a indústria de reciclagem – como é o caso do ferro, cobre e alumínio – logo, os profissionais da coleta não dão um destino seguro.

Em algumas cidades, até mesmo por falta de instrução dos moradores, esses grandes objetos são jogados em terrenos baldios, gerando uma série de problemas sanitários, porque ficam ali expostos nas piores condições.

Dessa forma, antes que esse cenário caótico se constitua, o mais correto é dar uma atenção criativa aos móveis que possam ser restaurados ou reaproveitados. Quer uma ótima razão, além de poupar o meio ambiente e proteger a própria saúde, para fazer isso? Economia.

Fique por dentro das novidades do Lar da Mamãe Clory!

 

Menos gasto, mais cor e alegria

Infelizmente, a cada dia, fica mais fácil comprar um móvel novo ao invés de reformar um antigo. Mas, isso não quer dizer mais barato e diferente. Pelo contrário! Já que as indústrias fazem tudo em quantidade, quando você comprar uma cama nova, por exemplo, milhares de outras iguais estarão sendo vendidas também.

Porém, há os custos de produção e logística, que encarecem o produto final. Além de deixá-lo sem nenhuma personalidade. Tudo bem que o novo tem seu encanto e a gente sabe. Mas, será que é tão interessante quanto algo feito por ou para você?

Nesse momento é que surge a graça! Vários países ao redor do mundo têm a prática do DIY– “Do It Yourself” ou “Faça Você Mesmo” – para as soluções em móveis domésticos e dos ambientes de trabalho. Para nós, brasileiros, seria uma mistura de marcenaria com artesanato, mas ainda não é um hábito nosso.

Embora sejamos um povo que faz muito artesanato, o fazemos como um hobby ou arte terapia, sem explorar os seus reais potenciais econômicos. Se você não se considera uma pessoa tão talentosa assim, capaz de vender as suas criações, considere aplicar os seus talentos dentro de casa ao realizar a compra em um bazar de móveis. Você vai se surpreender!

Bazar de móveis: Renovando a entrada de casa

Alguns apartamentos têm o hall compartilhado entre os moradores. Para minimizar os custos e responsabilidades dos condomínios, a decoração deste espaço comum fica a critério dos moradores.

Para um projeto de baixo custo e bom gosto, tem-se optado por móveis comprados em bazar de móveis, bem como os objetos de decoração. Uma dica para ampliar o espaço é usar espelhos, cores claras e flores. Pois os arranjos florais, ainda que artificiais, conferem um ar de aconchego e acolhimento, exatamente o que esperamos encontrar ao chegarmos em casa.

Dentre as técnicas mais comuns de restauração de móveis em madeira está a pátina. Há diversos vídeos explicativos pela internet e você pode facilmente fazer em casa. O lado bom e prático é o custo e o resultado. Pois, caso o móvel, seja uma mesa ou um aparador, esteja lascado pelo uso e não saia com lixa, pode resultar num efeito bonito.

Criando um espaço home office

Para ilustrar a proposta de economia, que tal criarmos um ambiente na sua casa com base numa história real? Jocélia sentiu que agora era a hora de sair do emprego fixo e se tornar uma empresária, por isso queria montar um escritório em casa, no quartinho de bagunças da lavanderia.

Mas, na loja, uma mesa que atendesse a sua necessidade estava custando em torno de R$ 1.200,00. Sem contar outras coisas que ela queria comprar para adaptar o espaço às novas necessidades. Então ela, como nós, inspirada pelas várias ideias da internet, resolveu arriscar.

Com uma porta de R$ 80,00 e dois cavaletes, mais alguns pregos, lixas e verniz, a sua mesa dos sonhos ficou uma graça. Com o restante do dinheiro, ela investiu em um armário para guardar as encomendas e se organizar melhor. Além de tintas para as paredes, conferindo novos ares à vida profissional e deixando o quartinho dos fundos da casa com uma atmosfera mais séria.

Todos ganham

Comprando em um bazar de móveis todos ganham. Essa é uma conclusão tão positiva e poderosa que dá vontade de sair renovando a casa, o escritório e vendendo móveis restaurados de tão lindos e cheios de personalidade que ficam.

Repare que essa energia do bem se espalha! É tão gostoso, além do Lar da Mamãe Clory, através da sua doação e compra de produtos, continuar as atividades sociais!Agende uma visita ao lar!